Está marcado para à zero hora desta sexta-feira (30) o início da Operação Ano Novo 21/22 da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ação segue até as 23h59 de domingo (02).

Nesta época, turistas de outros estados e países começam a chegar em grande número a Santa Catarina, principalmente com destino às praias para as festas de Réveillon.

Por isso, a BR-101, que acompanha todo o litoral catarinense, deve ter fluxo muito intenso todos os dias do feriado. O trecho mais crítico é da região de Balneário Camboriú, importante destino turístico que não cancelou a queima de fogos à beira-mar e deve reunir mais de um milhão de pessoas na noite da virada do ano.

Por conta do clima festivo deste feriado, um dos principais focos da fiscalização da PRF será o combate à embriaguez ao volante. O motorista flagrado sob efeito de álcool paga multa no valor de R$ 2.934,70, tem a carteira suspensa por 12 meses e pode ser preso caso o nível de embriaguez esteja elevado.

Nos quatro dias do feriado de Ano Novo de 20/21, a PRF registrou em Santa Catarina 84 acidentes, nos quais 119 pessoas ficaram feridas e cinco morreram em rodovias federais.

A Operação Ano-Novo 21/22 faz parte da Operação Integrada Rodovida, maior ação do ano de enfrentamento à violência no trânsito, que abrange as festas de Natal, Ano Novo, temporada de verão e Carnaval.

 

Recomendações aos viajantes:
Planejamento – O motorista deve se informar sobre as distâncias que percorrerá, condições do tempo, pontos de parada, existência de postos de combustíveis e de restaurantes à beira da estrada. Não esquecer documentação pessoal e do veículo.

Revisão preventiva – Providenciar a checagem do automóvel: pneus calibrados e em bom estado; motor revisado, com óleo e nível da água do radiador em dia. Verificar os equipamentos de porte obrigatório, principalmente pneu estepe, macaco, triângulo e chave de roda, além dos limpadores de para-brisa e luzes do veículo;

Pausas para descanso – O condutor deve programar paradas a cada 3 horas. Quem se expõe a muitas horas dirigindo fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora.

Período noturno – Evitar circular à noite por conta da redução da visibilidade. Viaje de dia, de preferência de manhã bem cedo, quando já há luz do sol, a temperatura está agradável e as rodovias estão com menos movimento

Condições climáticas – Sob chuva ou cerração, imediatamente reduzir a velocidade e aumentar a distância em relação ao veículo que trafega a sua frente. Nestas condições o pavimento fica úmido e escorregadio, reduzindo a aderência dos pneus e elevando o risco de derrapagens e aquaplanagens após frenagens bruscas.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul