Braço do Norte: Polícia Civil investiga se causa da morte de Viviana Amarilla foi natural

A jovem não era vista desde domingo (10) e foi encontrada sem vida na noite desta terça-feira. "Existem várias circunstâncias a serem analisadas e podemos mudar a linha de investigação", disse delegado Eder Matte

A causa da morte da jovem Viviana Ortiz Amarilla, de 31 anos, pode ter sido natural, disse o delegado da Polícia Civil de Braço do Norte, Eder Matte. Viviana morava sozinha em uma quitinete alugada no bairro Rio Bonito e foi encontrada morta na noite desta terça-feira.

A jovem não era vista desde domingo (10), o proprietário da quitinete e os vizinhos ficaram preocupados com o sumiço dela e acionaram a Polícia Militar. A guarnição foi até o local, chamou  e não obteve resposta.

Para constatar se ela estava no interior da quitinete, os policiais utilizaram uma chave reserva e abriram a porta. Ao entrar encontraram Viviana sem vida no banheiro e havia sangue no local. A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícia (IGP) foram acionados.

“Após análises do IGP não foi encontrada nenhuma lesão, trauma ou perfuração. O caso está sendo investigado e não descartamos nenhuma possibilidade. Existem várias circunstâncias a serem analisadas e podemos mudar a linha de investigação”, disse o delegado.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul