Por pouco alguns banhistas que estavam na Praia de Canasvieiras, no norte de Florianópolis, não foram atingidos por um helicóptero. A aeronave sobrevoava a região quando caiu no mar, bem próximo na faixa de areia.

Os próprios banhistas foram os primeiros a prestar socorro para as vítimas. Além do piloto, dois turistas estavam no helicóptero e faziam um voo para conhecer a Ilha. Conforme o 1º tenente do Corpo de Bombeiros Militar de Florianópolis, Roberto Rosa Machado, os três foram resgatados com ferimentos leves e encaminhados para unidades hospitalares.

Equipes da Polícia Militar e do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), em parceria com o Grupo de Resposta Aérea de Urgência (Grau), do Samu, também auxiliaram nos primeiros socorros.

Imagens divulgadas na internet mostram dezenas de pessoas ao redor das partes da aeronave de pequeno porte. A cabine, ainda junto da hélice, caiu dentro do mar. Já a cauda ficou na areia.

O helicóptero, modelo Robinson 2005, tem autorização para turismo e táxi aéreo, conforme informações da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Ainda conforme a documentação, o aparelho estava com a situação regular e toda a documentação em dia.

Uma equipe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) foi acionada e fará a perícia do helicóptero. Isso deve ocorrer apenas nesta quinta-feira (20).

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul