Uma mulher chamou a Polícia Militar depois de ouvir de sua vizinha de que ela “amanheceria com a boca cheia de formiga”. O caso ocorreu no bairro Samuel Sandrini, em Orleans, por volta das 20 horas deste domingo (27). As duas começaram a discutir por causa de uma fogueira. Conforme relato da solicitante aos policiais, ela bateu na casa da vizinha para pedir que ela apagasse o fogo porque tinha acabado de lavar a roupa e não queria que as peças ficassem com cheiro de fumaça. Segundo ela, a vizinha se recusou a apagar o fogo e disse para ela ficar quieta e que fosse cuidar de sua vida, caso contrário poderia “acordar com a boca cheia de formiga”.

Os policiais bateram na casa da outra mulher. Ela informou que tinha alguns móveis velhos em casa e, como a Prefeitura não foi buscar o entulho, ela resolveu queimar tudo em um terreno próximo. A mulher confirmou que a vizinha pediu para apagar o fogo por conta da fumaça e que seu marido tinha feito isso prontamente, mas mesmo assim a mulher começou a discussão. Ela também explicou que só disse as palavras ameaçadoras porque a mulher tinha dito que iria “paga-la qualquer hora”. Com a intervenção da PM, os ânimos se acalmaram e os policiais orientaram a solicitante que, se ela quisesse, poderia representar contra a vizinha por ameaça. Ela preferiu não fazer isso naquele momento.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul