Superintendência da Receita Federal, em Brasília.

Como já era esperado, quase 100% dos auditores fiscais da Receita Federal paralisaram as atividades nesta segunda-feira (27). Após assembleia do Sindicato Nacional dos Auditores (Sindifisco), na última quinta-feira (23), os mais de 4,3 mil trabalhadores anunciam que não pretendem retornar as atividades sem a solução para aquilo que consideram um descaso com a categoria.

Eles estão insatisfeitos porque o orçamento público aprovado para o ano que vem, que cortou verbas destinadas à instituição. Além disso, o texto aprovado no Congresso Nacional não prevê recursos para reajustar os vencimentos dos funcionários da instituição.

Os funcionários da Receita também manifestaram apoio aos funcionários que estão entregando seus cargos na instituição. Desde o dia 15 de dezembro, auditores de todo o país estão abrindo mão das funções de chefia em protesto contra a falta de reajuste.

Essa mobilização se acelerou com a aprovação do Orçamento 2022 no Congresso Nacional sem a previsão de recursos para os servidores da Receita Federal.

Na última sexta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro disse que um reajuste aos funcionários da instituição teria um impacto pequeno nas contas públicas, e disse que o Ministério da Economia poderia ter incluído essa previsão no orçamento de 2022.

Segundo o Sindifisco, mais de 700 postos de chefia foram entregues na instituição, até o momento, em protesto contra os cortes no orçamento.

 

Áreas aduaneiras
Ainda que quase 100% dos auditores da Receita Federal tenham paralisado as atividades nesta segunda-feira (27), os fiscais que atuam na área aduaneira não aderiram totalmente à paralisação. A maioria apoia o movimento, mas os times seguem atuam de maneira reduzida para não prejudicar a população.

Desta forma, as operações padrão nas aduanas teve prosseguimento nesta segunda, com exceção a alguns tipos de cargas, como medicamentos e insumos da saúde. Conforme o Sindifisco, a greve também não deve afetar o trânsito de quem está em viagem internacional.

 

Com informações da Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul