Especialista em nutrição clínica e estética Thaisa Herdt (E) e a profissional de educação física e personal trainer Ana Cristina Mendes

Liliane Dias
Tubarão

Que o alimento é a base para a sobrevivência do ser humano, todos sabem. Mas que muitos desconhecem é a importância de o que, como, quando e quanto comer. Deu para entender? Em resumo, as pessoas precisam estar mais atentas a sua alimentação aliada as atividades que executam no seu cotidiano.

Uma alimentação equilibrada pode fazer toda a diferença no que se refere a qualidade de vida, inclusive, a produtividade. Para a especialista em nutrição clínica e estética Thaisa Herdt, a alimentação saudável é uma das melhores maneiras de garantir essa qualidade porque faz o corpo funcionar de forma adequada e também ajuda na prevenção de doenças.

Vale ressaltar, que um plano de alimentação desenvolvido pelos profissionais da área não se aplica apenas para o controle do peso. Muitas vezes a busca por um nutricionista vai além da estética e a busca por emagrecimento não é o fator principal.

Daí a importância de uma alimentação balanceada. “É preciso consumir alimentos que possuam proteínas, gorduras, carboidratos, fibras, vitaminas, água e sais minerais. Os benefícios podem ser observados em pouco tempo e só tendem a aumentar com o passar dos anos”, explica Thaisa.

A nutricionista acrescenta que além de elaborar um plano alimentar individualizado para o objetivo, o profissional pode auxiliar na busca por um ‘estilo de vida’ saudável consciente. “Assim, além de resultados, proporcionará o prazer em comer bem”, afirma.

Somado a essa busca, as atividades físicas passam a ser uma combinação perfeita. Mas tudo em acordo com o objetivo, que podem ser os mais variados. A exemplo, busca por resultados mais rápidos, falta de motivação para treinar sozinho, experiências negativas anteriores em academias e estética.

Já voltada para a saúde, indicações médicas por depressão, lesões articulares, doenças como diabetes e hipertensão, podem levá-lo a busca por um personal trainer, além da própria busca por qualidade de vida.

A profissional de educação física e personal trainer Ana Cristina Mendes, explica que pessoas que pensam na estética, buscam maior orientação no período pré-verão (agosto a dezembro). Já os que buscam saúde e qualidade de vida, a maior procura ocorre após o carnaval, quando o ano começa de verdade para os brasileiros.

Mas Thaisa explica que é fundamental identificar com clareza as necessidades e dificuldades do paciente. “O Plano Alimentar é individualizado e precisa se ajustar com a realidade de quem irá segui-lo”, pontua a nutricionista.

Independente da época do ano, um hábito saudável deve ser iniciado o quanto antes. Ana explica que o maior número de procura normalmente é de pessoas entre 30 e 50 anos. “Geralmente são pessoas que nesta fase da vida, conseguem investir em um personal trainer, por estar em uma situação financeira mais estável”, explica.

Mas o quanto antes começar, melhor. “A melhora do condicionamento geral passa por várias etapas que não serão adiantadas em decorrência da pressa do cliente para determinado evento, seja o verão ou o casamento de um filho, filha…”, ressalta a personal.

Além disso, é fundamental que haja uma mudança na cultura sobre as atividades físicas. Ana afirma que é preciso ensinar as pessoas sobre os benefícios da prática dos exercícios de forma regular, contínua.

Para ela, a velha frase ‘no pain, no gain’ (sem dor, sem ganho), já não convence e nem convida ninguém para a prática. “Você pode manter-se ativo fisicamente, fazendo um exercício que você goste, que lhe dê prazer. Exercício não pode ser visto com sacrifício. É isso que precisamos ensinar”, finaliza.

 

Benefícios de uma alimentação adequada

Consumir diariamente alimentos saudáveis é uma forma de combater doenças crônicas, proporcionando a melhora na qualidade de vida. “Muitos itens que ingerimos diariamente são associados ao desenvolvimento de doenças como o câncer, doenças cardíacas, obesidade, diabetes e outras doenças. Para isso, devemos evitar alimentos industrializados, ricos em açúcares, farinhas brancas e gordura trans”, alerta Thaisa.

Alimentação saudável também proporciona mente saudável. A nutricionista explica que uma boa alimentação reduz alterações de humor e pode contribuir na manutenção da liberação do cortisol, o hormônio do estresse. “Se você nutrir seu organismo de forma saudável e equilibrada, sua mente lhe recompensará. Consumir os nutrientes adequados você se sentirá mais equilibrado, em forma e com mais energia para aproveitar a sua vida ao máximo”, cita.

O consumo regular de alimentos saudáveis também garante energia e disposição para executar as atividades do dia a dia. Pessoas com maus hábitos alimentares tendem a sofrer de cansaço, mau humor, insônia, sobrepeso ou obesidade. “Estes bons hábitos alimentares proporcionam o equilíbrio dos nutrientes essenciais para o fornecimento adequado de energia”, constata a nutricionista.

 

Outra reportagem da série:
O corpo desejado e a saúde seguem o mesmo caminho