quinta, 17 de outubro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Vídeos

Após muitos anos, filha e mãe biológica se conhecem!

Essa é uma história de emocionar até os que não se comovem facilmente. Lembram da Juliana, de Tubarão, que divulgou nas plataformas do Notisul a sua história? Ela nunca havia conhecido sua mãe biológica e fez um apelo para descobrir onde ela estava. Foram anos de procura e espera... Juliana conseguiu! Nesse último fim de semana, ocorreu o tão esperado encontro

Publicado em 17/09/2019 22h06

Após muitos anos, filha e mãe biológica se conhecem!

Mirna Graciela

Tubarão


No fim de agosto, a história de Juliana Carvalho, 37 anos, moradora do bairro Passagem, em Tubarão, foi contada nas plataformas de mídia do Notisul. O caso provocou muita curiosidade, emoção, sensibilizou muito a quem tomou conhecimento, e despertou esperança...


Esta última o que Juliana nunca perdeu, pois lutou muito, sem perder a fé de que iria um dia encontrar sua mãe e, assim, preencher a lacuna que faltava em sua vida.


Logo que nasceu, no estado gaúcho, ela veio para Tubarão e foi criada pelos pais adotivos. “Amo meu pais (em memória), me deram tudo, mas preciso conhecer minha mãe verdadeira, quero saber se tenho mais irmãos, parentes, tenho certeza que vou encontrá-la”, afirmou Juliana naquela ocasião.


Hoje tem sua família, o marido Jaques Douglas Guimarães Silvano, e seus dois filhos, João Gabriel Carvalho Silvano e Jhonny Carvalho Silvano, mas faltava algo de fundamental importância para ela. O seu verdadeiro laço de sangue!


A exemplo do que fez no Notisul, também procurou outros meios de comunicação em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Uma rede se formou, inclusive o vídeo do Notisul foi reproduzido por outros veículos do estado gaúcho. O caso tomou grandes proporções.


No último dia 2, após muitos anos de espera, veio a grande notícia! Juliana descobriu onde sua mãe estava. A partir disso, tudo mudou.... Com a mãe, a descoberta também de duas irmãs que ela não sabia que existiam. Juliana era pura felicidade!


O primeiro contato via-telefone

Juliana conta que uma pessoa deixou uma mensagem em seu Facebook, onde escreveu que tinha notícias de sua mãe e o local que ela estava. Juliana respondeu e a pessoa pediu para adicionar seu número de telefone no WhatsApp.


A partir daquele momento, as duas conversaram e veio a certeza. Era sua mãe biológica, a Márcia! “Ela viu uma publicação em um ponto de ônibus quando caminhava na rua. Disse que sentou e ficou em estado de choque. Ela é hipertensa, cardíaca. Também muito tímida, uma pessoa muito sofrida pela vida que teve, disse que me procurou nesses 37 anos. E que pediu um celular para a filha para tentar me encontrar”, contou Juliana.


As citações da mãe da primeira conversa

“Agora te encontrei, como fazemos pra se conhecer? Se você não quiser me perdoar, tudo bem, não tem problema, eu sei que errei, mas eu não tinha condições de ficar com você. Estava indo para o trabalho, cheguei no centro de Gramado, li numa publicação. Eu disse: tenho certeza que é minha filha. Te procurei por muito tempo, ninguém me dava informação”.


 “Sofri 37 anos, agora tenho certeza que tudo vai dar certo, agora vou ser uma mulher realizada, feliz por completo, apesar de já ter duas filhas, mas eu não era feliz por completo”.


“A história da minha vida é muito longa, não tem como contar por telefone, eu cuidava dos filhos de uma mulher porque não tinha onde morar, ela tinha uma amiga, a dona Madalena, que tinha quatro filhos biológicos e três adotivos, ela também quis te adotar”. Márcia


O encontro pessoalmente

Após alguns dias de muita ansiedade, expectativa, nervosismo, o último fim de semana foi repleto de realizações e felicidade para Juliana e sua nova família. Daquela imensa que deixa as pessoas ‘transbordando’ e com a certeza de que nunca se deve desistir de seus sonhos e objetivos.


Ao lado de sua família tubaronense – filhos, marido e sogra – Juliana partiu para o estado gaúcho, na cidade de Gramado, para conhecer sua mãe biológica e suas duas irmãs. “Passamos o fim de semana na casa dela, almoçamos em família, foi maravilhoso. Ela disse que em seus 57 anos de vida foi o seu dia mais feliz, pois agora a família estava toda reunida”, conta.


“Mês que vem, ela vem para cá. Combinamos, vem passar alguns dias comigo. Estamos em contato direto, eu ela, e minhas irmãs. Está tudo dando certo! Estamos muito felizes. Enfim, acabou essa minha grande espera com o final que sempre sonhei e nunca desisti”, finaliza Juliana.


O agradecimento

“Muito obrigada a todas as pessoas que se comoveram e tentaram me ajudar de alguma forma. Também aos veículos de comunicação de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, que acreditaram na minha história, que me deram muito apoio. Nunca desista dos seus sonhos, acredite, você é capaz de tudo, tenha fé”.


 



VOLTAR
Banner ServerDo.in
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.