Um homem foi condenado  a 18 anos e oito meses de prisão pela morte da ex-namorada em Concórdia, no Oeste catarinense. A sentença foi proferida em sessão de Tribunal de Júri na cidade, segundo o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC). O crime ocorreu em 31 de janeiro de 2018.

Adriana Chiapetti tinha 27 anos e foi encontrada morta em casa com diversos ferimentos na cabeça. A filha da vítima, uma criança de cerca de dois anos, também estava na residência, mas não foi ferida.

Segundo a denúncia do MPSC, a motivação do crime seria o término do relacionamento. André Augusto Machado Maciel confessou a autoria.

O homem teria entrado na casa pela janela e a surpreendeu enquanto dormia, com golpes de um instrumento contundente, segundo o MPSC.

De acordo com o MPSC, o réu foi condenado à pena privativa de liberdade pelo feminicídio duplamente qualificado, em regime inicial fechado.