Maycon Vianna
Tubarão

Um acidente no ‘Morro do Formigão’, quilômetro 340, da BR-101, em Tubarão, terminou de forma trágica para o empresário tubaronense Paulo César Cechinel.
O choque entre um Vectra, com placas de Tubarão, e um ônibus de transporte urbano provocou a morte de Paulo César, 31 anos, e do passageiro Alexandre da Silva, 32. Ambos morreram no local da colisão, ocorrida por volta das 6 horas de sábado.

Uma terceira passageira do Vectra, ainda não identificada, sofreu lesões graves e foi encaminhada pela equipe do Corpo de Bombeiros de Tubarão ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). Até o fechamento desta página, por volta das 20 horas, ela continuava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O trânsito no local do acidente ficou lento por cerca de uma hora. Os patrulheiros da Polícia Rodoviária Federal (PRF), do posto de Tubarão, atenderam a ocorrência. Apesar do forte impacto, o motorista do ônibus, com placas de Tubarão, Antonio Costa Rodrigues, 26 anos, natural de Laguna, nada sofreu, conforme o laudo da polícia.
Os passageiros do ônibus (que transportava os funcionários para trabalhar em uma empresa) também saíram ilesos.

Morte prematura
Paulo César Cechinel era um jovem empresário, filho de João Cechinel. A família possui empresas pelo estado e alguns imóveis. Paulinho, como era conhecido, era um homem de muitos amigos. No próximo dia 21, ele completaria 32 anos. Em Tubarão, ele era proprietário do Frangaço, localizado na avenida Patrício Lima.