Wagner da Silva
Grão-Pará

Uma investigação de 60 dias da Polícia Civil de Braço do Norte foi concluída ontem à tarde com a prisão em flagrante de um ‘velho’ conhecido. O traficante, de 48 anos, foi detido acusado de traficar cocaína, em um boteco em Grão-Pará. Ele ainda revendia a droga a domicílio para viciados de Braço do Norte.

De acordo com os agentes, há cerca de 20 dias, ele transferiu o ponto de comercialização do centro de Braço do Norte para o município vizinho. Um informante teria repassado os dados exatos de como ele vendia a cocaína diretamente no balcão do bar.

Após receber uma nova remessa da droga, os polícias fizeram a abordagem e apreenderam cerca de 70 gramas de cocaína distribuídas em 33 petecas prontas para venda. Quase 130 carteiras de cigarros contrabandeados, de diversas marcas, também foram recolhidos no bar. Alguns envelopes de comprimidos como analgésicos também eram revendidos no local.

O que mais chamou a atenção dos policiais foi um recipiente cheio de produtos para ‘batizar’ a cocaína. “Era para fazer a mistura com a droga pura. É necessário uma perícia para confirmar o que realmente são esses produtos. Podem ser fermento, bicarbonato de sódio e comprimidos esmagados. Isto mostra que uma nova remessa poderia chegar a qualquer momento”, avalia um investigador.
O traficante foi levado para a delegacia de Braço do Norte e será transferido hoje para o Presídio Regional de Tubarão. Se condenado, ele pode ficar até 12 anos preso.