Um homem acusado de ter violentado uma menina de cinco anos, quase foi linchado por populares na madrugada deste sábado (04), e está internado na Unidade de Tratamento Intensivo do Hospital Pompeia, em Caxias.

De acordo com informações repassada uma testemunha, a menina foi estuprada pelo homem, que é vizinho da família, na última quinta-feira (02), no bairro Parque Oásis. No final da tarde da sexta-feira (03), a criança teria contado para a mãe o que houve, ela imediatamente acionou a Brigada Militar.

Os policiais foram até o local  identificaram e conduziram o o homem para a Central de Polícia, enquanto isso, a menina foi encaminhada para o exame de conjunção carnal, onde houve a confirmação do abuso sexual, entretanto, o agressor foi liberado para ir para a casa, em razão de ter passado o prazo para a prisão em flagrante.

Durante a madrugada de sábado, enquanto o acusado dormia, a residência em que ele mora teria sido invadida por populares. Ele foi tirado da cama, arrastado, espancado e esfaqueado pelos agressores. A Brigada Militar e uma ambulância do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), foram acionados para atender a ocorrência, e o indivíduo foi socorrido até o Pronto Socorro do Pompéia, onde segue internado.

Ainda motivados pelo sentimento de vingança devido ao estupro, na tarde deste sábado (04), enquanto o acusado estava internado, a casa dele foi novamente foi invadida, e saqueada por pessoas que também quebraram móveis e eletrodomésticos; além de terem espalhado comida pelo chão.

Depois de entrar na casa, os invasores ainda foram até a porta da garagem e picharam as palavras “Filho da p…Estrupador não vai dura”. A polícia não tem pistas de quem tenha praticado o ato.