#PraCegoVer Na foto, uma viatura da Polícia Civil de Santa Catarina
- Foto ilustrativa | Divulgação

O Centro Estadual de Apoio Operacional de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio da Polícia Civil de Santa Catarina (CaoAgro/PCSC) registrou, em abril, 62 Boletins de Ocorrência relacionados aos crimes contra o agronegócio no Estado. As regiões com maior índice são do Oeste e da Serra. O Sul é a terceira região com maior quantidade de ocorrências em Santa Catarina. Os delitos foram registrados em Criciúma (3,6% do total de registros), Tubarão (1,8%) e Imbituba (1,8%).

Conforme o CaoAgro, o crime de furto de gado, também conhecido como abigeato, é o com maior número de ocorrência em todo o Estado: 48,1% do total de registros. Ao todo, foram subtraídas 96 cabeças de gado. Recém inaugurada, os dados gerados pela nova estrutura da Polícia Civil de Santa Catarina servem para que as autoridades criem uma espécie de mapa estadual da criminalidade no campo. Além de informar as regiões com maior incidência, os números também têm auxiliados para o desenvolvimento de ações ostensivas em diversas cidades.

Fonte: Polícia Civil de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul