Criciúma

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma procura um grupo, que faz parte de uma facção criminosa, pelo homicídio de David Fenali Zuchinalli, o “Filé”. Quatro homens estão foragidos da polícia: Mateus Sipriano Felizardo, 19 anos; Felipe Nicoletti Ferreira, 27 anos; Leonardo Topanotti, 21 anos e; Jhony Fernando Vera, 31 anos.

O quarteto está foragido da justiça desde o dia 14 de agosto, quando a 1ª Vara Criminal de Criciúma deferiu as prisões. “Sete pessoas estiveram envolvidas no crime de David”, completa o delegado da DIC, André Milanesi. Três já estão presos: Elisandro Torres de Oliveira, 27 anos; Guilherme Gonçalves Steiner, 19 anos e; Paulo Roberto Serafim Cardoso, 31 anos.

Relembre o caso

David Fenali Zuchinalli, 23 anos, havia desaparecido no fim do mês de janeiro deste ano. Após denúncia da família, a polícia passou a investigar o caso e foi quando, em 6 de fevereiro, o corpo de David foi localizado boiando em uma vala de irrigação de arroz no interior de Nova Veneza.

Ele foi espancado e levou vários tiros. O assassinato de David esteve relacionado a outro homicídio, também ocorrido em Criciúma. A polícia aponta vingança para a morte do rapaz. As investigações mostraram que a vítima emprestou o revólver utilizado no homicídio de um adolescente na saída de uma festa, no dia 8 de dezembro de 2018. A polícia descobriu que o jovem morto com a arma de David fazia parte de uma facção criminosa.

Qualquer informação pode ser repassada aos telefones da DIC de Criciúma (3461-9800), Disque Denúncia (181 e 98844-0011-WhatsApp) e PM (190).