#PraCegoVer Na foto, uma viatura da Polícia Federal
Um mandado de busca e apreensão foi cumprido para apreender os documentos falsos e coletar elementos de interesse na investigação - Foto: PF | Divulgação

A partir de denúncia feita na Delegacia de Polícia Federal em Criciúma, uma investigação está em andamento para apurar o uso de documentos falsos por um homem, morador da cidade. Nesta semana, um mandado de busca e apreensão foi cumprido pelos agentes na residência do suspeito com a intenção de apreender os documentos falsos, inclusive um passaporte, e coletar elementos que possam ser úteis para a investigação.

Conforme a denúncia, o homem tem utilizado os documentos falsos para diversas finalidades. Diligências anteriores confirmaram que pessoa se passa por outra pessoa e, inclusive, utilizou esta identificação fictícia em outros países. Conforme o previsto no Código Penal, o uso de documento público falso é punido com pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

Fonte: Polícia Federal em Criciúma
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul