Tubarão
 
Desde o início do ano, quando a Polícia Militar ganhou autonomia para participar da Campanha do Desarmamento, nove armas e 20 munições foram entregues no 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, no bairro São João. Para o comandante da corporação, tenente-coronel Ângelo Bertoncini, é um número razoável, mas as pessoas precisam ter maior consciência do objetivo. 
 
“Acho que é o momento certo de aproveitar a chance. Muitos querem se desfazer e não sabem como proceder. Ocorrem casos que ganham as armas de herança, de pai ou avô militares”, aconselhou o comandante. 
 
Conforme Bertoncini, muitos têm medo de levar a arma até os locais de entrega, em função de uma possível abordagem. “Neste caso, deve primeiro pegar uma guia de trânsito no batalhão, que autoriza o transporte”, explicou Bertoncini.
Quem entrega uma arma é ressarcido. Para revólver e pistola, o valor é de R$ 100,00. Já espingardas, rifles e fuzis varia entre R$ 200,00 e R$ 300,00. 
 
Um dos locais de entrega é a 5ª Delegacia Regional de Polícia (Ciretran), na avenida Expedicionário José Pedro Coelho, no centro. O outro é no 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão. O ato não implica em qualquer represália ao cidadão, mesmo que a arma tenha registro de furto.