Rafael Andrade
Tubarão

Os banhistas de 20 balneários das cidades de Laguna, Jaguaruna, Imbituba e Garopaba serão atendidos por 190 guarda-vidas durante o verão. O 8º Batalhão de Bombeiros Militar de Tubarão prepara 130 guarda-vidas civis aptos a trabalhar em resgates aquáticos, a partir de 4 de dezembro. Neste dia, inicia a Operação Veraneio em todo o estado.
Além dos 130 civis, o grupo será reforçado por 60 militares. A lagoa de Jaguaruna também contará com um posto de salva-vidas. No total, 24 postos recebem os profissionais.
A Operação Veraneio estende-se até a segunda quinzena de março. “Todos os civis passam por treinamento específico. Temos que exigir o máximo deles”, destaca o tenente do Corpo de Bombeiros de Tubarão, Diogo de Souza Clarindo.
Durante os treinamentos aos voluntários, são ensinadas técnicas de salvamento aquático, ambiente marinho e atendimento pré-hospitalar. “Um requisito básico para se tornar guarda-vidas é a aptidão física. É preciso passar em vários testes de força para prosseguir com o treinamento”, salienta Diogo.
A praia de maior movimentação de veranistas da região, o balneário do Mar Grosso, em Laguna, não é a mais perigosa. Os maiores índices de arrastamento pela correnteza marítima são apresentados nas praias do Rosa, em Imbituba, e Ferrugem, na Garopaba.
O ideal é que o banhistas optem pelos pontos próximo aos postos dos salva-vidas. O horário de atendimento dos profissionais será das 8 às 20 horas.

No verão passado
Nas praias e lagoa da Amurel onde há efetivo de guarda-vidas, na operação passada, foram efetuados 351 salvamentos e nenhum óbito registrado em horário de atendimento. Os profissionais orientaram 18.060 pessoas durante quase quatro meses de operação. As águas-vivas queimaram 42 pessoas, que receberam atendimento pré-hospitalar dos guarda-vidas.
Em todo o estado, quase sete mil pessoas foram salvas no litoral, e 395 mil pessoas foram orientadas pelos bombeiros.