Um homem que vem jogando um líquido semelhante a ácido está atacando pessoas nas ruas de Porto Alegre (RS). Bruna Machado Maia, de 27 anos, foi uma das vítimas e contou ao G1 sobre o que passou após o ataque. Ela, inicialmente, pensou que estava sendo assaltada perto de casa, quando caminhava pela rua.

“Quando olhei meu casaco, me desesperei, já achei que tinha caído meu rosto, já tinha me queimado, feito buraco. Ele falou ‘olha a água’. No reflexo, eu botei a mão e consegui proteger só meu olho, mas no rosto em si, pegou”, afirmou Bruna. Ela ainda contou que o homem atacou em uma bicicleta preta.

Bruna afirmou ao G1 que conseguiu ajuda de uma vizinha para receber os primeiros atendimentos e que depois foi socorrida no Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul. “Não sabiam se eu tinha ficado cega, mas a médica disse: ‘não se preocupa, vai secar, vai cair e vir uma pele nova’. Quanto mais eu falo, mais me dói o rosto porque força o músculo”, declarou.

Até o momento, quatro mulheres e um homem registraram ocorrências de lesão corporal na 13ª Delegacia de Polícia Civil de Porto Alegre, onde os casos estão sendo investigados. O delegado responsável pela investigação busca imagens de câmeras de segurança para identificar o suspeito.