Este carro estacionou em cima da faixa para pedestres, em frente ao Colégio São José, no Centro. Detalhe: em horário de saída dos alunos, que precisam fazer a travessia
Este carro estacionou em cima da faixa para pedestres, em frente ao Colégio São José, no Centro. Detalhe: em horário de saída dos alunos, que precisam fazer a travessia

Tubarão

 

Nem as leis de trânsito rigorosas impedem que os infratores ‘entrem em ação’. Diariamente, é visível uma grande quantidade de motoristas que não respeitam a sinalização e, consequentemente, colocam em risco as demais pessoas.
Em Tubarão, a Guarda Municipal tem ficado atenta às infrações. Uma das mais comuns é estacionar em locais proibidos, como em frente a garagens, em cima das faixas de pedestres, calçadas, locais reservados para deficientes físicos e idosos. 
 
Na tarde desta sexta-feira, os guardas diversas notificações por este motivo. Na rua Lauro Müller, no centro da cidade, muito veículos estavam estacionados de forma irregular. 
 
“Nós chegamos e orientamos o condutor. Caso ele não esteja no lugar, por meio do sistema localizamos seu telefone e ligamos. Também depende do tipo de infração, se é leve ou gravíssima. Temos que ter o bom senso”, explica o guarda municipal Maciel Brognoli. 
 
Os valores das multas são diferentes, dependendo do local. A ocupação de vagas para idosos e deficientes está no topo do ranking, conforme Maciel. “Isto é frequente, mas alguns não veem realmente a sinalização”, pondera o guarda. 
 
Tirar o direito de um cidadão sair de sua própria casa ocorre muito. “Na sexta-feira de manhã, no bairro Vila Moema, um senhor nos ligou porque ficou impedido de sair para trabalhar, tinha um carro em frente à sua garagem. É muito complicado. Locais para carga e descarga é outro problema”, exemplificou Maciel.