A Polícia Civil de Araranguá prendeu na tarde desta quinta-feira, dia 30, uma mulher, de 29 anos, pelo crime de maus tratos de animais. Na casa da suspeita, policiais encontraram dois animais em situação de descuido, um deles já havia morrido e foi enterrado pela proprietária da residência.

De acordo com o delegado Lucas Fernandes da Rosa, coordenador da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Araranguá, a polícia foi até o local depois de receber denúncias. “Fomos comunicados que em uma casa no bairro Lagoão havia um animal em situação de maus tratos e agonizando. Quando chegamos na residência, notamos que o animal já havia morrido”, disse da Rosa.

Na casa havia outro cachorro que foi resgato pelos policiais. “Ele também estava em situação de maus tratos, sem comida, com a água podre e sem nenhum zelo”, complementou o delegado. “Acionamos a Fama (Fundação de Meio Ambiente de Araranguá) e encaminhamos o animal para um veterinário”, acrescentou.

A mulher foi encaminhada para a delegacia onde foi autuada em flagrante e elaborado um termo circunstanciado pelo qual ela responderá pelo crime.