Orleans

Um jovem natural de Armazém e morador de Orleans, de 28 anos, foi preso no início da noite de ontem após se envolver em uma série de crimes. Ele conduzia o seu Fiat Uno na rua XV de Novembro, na região central da Cidade das Colinas, quando colidiu em um ônibus escolar lotado de estudantes.

A Polícia Militar foi acionada e constatou que o motorista estava sob influência de álcool e provocou dano ao patrimônio público (já que o coletivo pertence à prefeitura). Não houve feridos. O condutor do ônibus, Benito Medeiros de Souza, informou às autoridades que o jovem havia fugido logo após o acidente. O acusado ainda colidiu em outro veículo no trevo próximo ao Posto Hoffman. As crianças continuaram a viagem e, no trevo, o motorista embriagado foi encontrado. Com a voz arrastada, hálito com odor de álcool, andar cambaleante, ainda resistiu à prisão com agressões, empurrando os policiais militares e proferindo uma série de palavras de baixo calão.

Após ser algemado e colocado na caixa de condução da viatura, começou a chutar e danificar o carro oficial da PM. O segundo veículo que se envolveu em acidente era dirigido por uma mulher, que preferiu não representar quanto ao dano.

Foi solicitado o teste do etilômetro, prontamente acatado, o qual acusou 0,56mg/L, convertido para 0,51mg/L. Diante dos fatos foi conduzido à Delegacia de Orleans para as devidas providências. O delegado de plantão arbitrou fiança, que não foi cumprida. Ele foi enquadrado e ficou à disposição do Departamento de Administração Prisional (Deap). O artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro indica que conduzir veículo automotor, na via pública, sob a influência de álcool ou substância de efeitos análogos, pode render detenção de seis meses a três anos, mais multa.