Militares de Laguna participaram, ontem, de ato alusivo à Semana da Pátria  -  Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul
Militares de Laguna participaram, ontem, de ato alusivo à Semana da Pátria - Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul

Laguna

Marinheiros, policiais e bombeiros militares de Laguna abriram, ontem, a Semana da Pátria na cidade mais antiga do sul do estado. São 340 anos de histórias do município no país, que está prestes a completar 194 anos de independência total de Portugal. A solenidade ocorreu na sede da Guarnição Especial da Polícia Militar de Laguna (Gelg), no bairro Mar Grosso. Uma pequena parcela de estudantes da rede municipal participou do ato, que teve como momento-chave o hasteamento das bandeiras nacional, estadual e municipal.

O comandante da Gelg, tenente-coronel Jefer Francisco Fernandes, valoriza o Brasil e o trabalho com a juventude. “Só podemos construir uma nação melhor quando pessoas de bem trabalham com responsabilidade e vontade. Essa lição deve ser passada para cada criança e adolescente, para que no futuro construam um país melhor”, almeja o comandante.

Um cronograma para apresentações e homenagens à pátria já está definido. A partir de hoje, as comemorações são das crianças matriculadas nos centros de educação infantil (CEI) e escolas da rede municipal, na Praça República Juliana, no Centro Histórico. Na segunda-feira, haverá um ato alusivo na Escola de Educação Básica Elizabeth Ulysséa Arantes. Na terça, as homenagens ocorrem no CEI Padre Augustinho. No dia 7 de Setembro, feriado nacional, ocorre o tradicional desfile cívico-militar, a partir das 9 horas, na rua Gustavo Richard, no Centro, no mesmo local do ano passado.