Rafael Andrade
Laguna

Júlio César Fernandes da Silva, o Nei, 24 anos, levou um tiro no peito, na tarde de ontem, por volta das 15 horas, em frente a um bar no Loteamento Juliana, bairro Portinho, em Laguna. O autor dos disparos, segundo as investigações iniciais do delegado Rubem Thomé, é um ex-recluso da Unidade Prisional Avançada (UPA) de Laguna. “Já temos a identificação do autor e estamos à sua procura junto com o pessoal da Polícia Militar”, informa Rubem.
 

Ainda não foi apurado o motivo da tentativa de homicídio, mas testemunhas relataram à polícia que os dois tinham uma antiga rixa.
O autor do disparo conseguiu progredir de regime há poucos dias. “Ele estava em regime aberto e passava o dia na rua. Cometeu o crime e sua situação vai ficar muito complicada após o localizarmos”, avisa Rubem.
Júlio César foi encaminhado ao Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna. O quadro clínico da vítima é considerado grave. Ele passou por uma cirurgia e não corre risco de morte.
 

A região onde ocorreu o crime foi alvo de várias operações das polícias Militar e Civil este mês. “Laguna está muito perigosa. Hoje, qualquer um tem uma arma e sai atirando. Vamos apertar o cerco para que a cidade volte a ser tranquila e agradável como há poucos anos”, declara um soldado da PM.
Já foram registrados na cidade dez homicídios somente este ano. Bem acima dos três que ocorreram em 2009. Quantos serão em 2011? A polícia está unida para tentar reduzir estes números trágicos.