Com o forte impacto, a parte frontal do veículo ficou bem danificada    -  Foto:PMRv de Gravatal/Divulgação/Notisul
Com o forte impacto, a parte frontal do veículo ficou bem danificada - Foto:PMRv de Gravatal/Divulgação/Notisul

Laguna

 

Após sofrer um grave acidente neste sábado de madrugada, na SC-436, em Laguna, a jovem Vanessa Roque Paulo, de 17 anos, não resistiu e morreu neste domingo, no Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão. Ela estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da instituição. 
 
Por volta das 4 horas, Vanessa saía de um clube, no bairro Mato Alto, e atravessou a rodovia, quando foi atropelada por um veículo, com placas da Cidade de Anita, conduzido por um rapaz de 36 anos.  Ele parou para prestar socorro. A jovem foi conduzida pelo Corpo de Bombeiros de Laguna para o hospital. 
 
No entanto, uma grande confusão armou-se no local. Os amigos de Vanessa discutiram com o motorista e queriam o agredir. Policiais militares tiveram que interferir e dispararam um tiro com arma não letal para acalmar os ânimos. 
Um boletim de ocorrência foi registrado pela família da jovem e um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil para apurar os fatos. Vanessa foi sepultada ontem à tarde, em Laguna.   
 
Também no domingo, uma homem de 54 anos foi atropelado na BR-101, em Laguna, às 19 horas. Ele fazia reparos em seu veículo às margens da rodovia, na localidade de Bentos, quando o acidente ocorreu.
 
Ele teve lesões graves e foi encaminhado ao Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, na Cidade de Anita. O condutor da caminhonete D20, de 65 anos, do Rio Grande do Sul, que o atropelou, não  parou. 
O veículo foi localizado pela Polícia Militar de Imbituba. Ao ser indagado, ele alegou ter batido em alguma coisa, mas não sabia do que se tratava. Um inquérito foi instaurado para apurar o caso.