Treze de Maio

 
As investigações sobre o golpe aplicado contra a igreja católica de Treze de Maio estão em fase de interrogatórios. O Notisul divulgou o caso com exclusividade na edição de quinta-feira. A Polícia Civil aguarda o levantamento financeiro da instituição e das informações apuradas para enviar o inquérito ao judiciário e o pedido de prisão do acusado.
 
O jovem de 22 anos provocou um desfalque nas contas bancárias de padres e de comissões de assuntos econômicos pastorais (Caeps) de localidades do município. Ainda não se sabe o valor oficial do rombo, mas ultrapassa R$ 200 mil.
 
Nesta sexta-feira, a Polícia Civil ouviu um padre. O dinheiro de sua conta-poupança desapareceu. 
 
O acusado retirou o valor de cerca de R$ 7 mil por transferência na internet. A sua irmã já prestou depoimento. Havia rumores de que parte do dinheiro era repassado a ela. No entanto, a mulher negou. E ainda disse que emprestou R$ 20 mil ao irmão. 
 
A população da cidade está revoltada. Mas a família do jovem empenha-se para devolver os valores retirados da igreja. Uma motocicleta e uma aparelhagem de som foram vendidas e cerca de R$ 24 mil restituídos.
 
O rapaz tinha acesso a senhas bancárias e cheques. A igreja começou a ser procurada por credores. E vários recursos sumiram de contas correntes e poupanças particulares dos padres. Além disso, títulos começaram a ser protestados.
 
Caeps de Treze de Maio, como São Gabriel, Cristo Rei e Santa Cruz, registraram boletins de ocorrência. Uma delas foi lesada em cerca de R$ 17 mil.