Rafael Andrade
Armazém

A morte de José Rodrigues, de 58 anos, nesta quarta-feira à noite, foi enquadrada como o primeiro homicídio do ano registrado em Armazém. O homem foi agredido, esfaqueado, teve as pernas quebradas e foi abandonado na própria casa, no bairro São Francisco.

Informações sobre uma possível invasão à residência da vítima para um eventual roubo parece já ter sido descartada pelas autoridades. A Polícia Civil já está com as investigações bem adiantadas.

João chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros do município, foi levado ao Hospital Santo Antônio, mas não resistiu e veio a óbito cerca de uma hora depois devido à perda significativa de sangue e às múltiplas fraturas.
O delegado Marcelo Santos Bitencourt está à frente do inquérito. Apesar de ter sido uma lesão corporal seguida de morte, a polícia definiu como um homicídio.

O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Tubarão, e liberado à família poucas horas depois. Este foi 34º assassinato registrado no ano na Amurel. O último caso ocorreu em Laguna. Não foi bem uma morte provocada de forma pretendida, foi uma legítima defesa de uma vítima de um assalto, que reagiu e matou o ladrão, de apenas 18 anos, na última segunda-feira. Foi a 15ª em Laguna. O caso em questão é a morte de Jhonatan Matheus Martins Custódio, de 18 anos.