Gravatal

Até agora, o prejuízo de um grupo de 45 idosos chega a R$ 14 mil. Eles fizeram reservas em um hotel em Gravatal e, ao chegarem ao estabelecimento na segunda-feira, encontraram as portas fechadas. Havia uma placa com um comunicado de que o local passava por uma dedetização.

Após a decepção, o responsável pela excursão acionou uma guarnição da Polícia Militar. Ele contou que, além das reservas, também tinham efetuado o pagamento. Um boletim de ocorrência foi registrado e um inquérito instaurado pela Polícia Civil.

Conforme o responsável pela delegacia, Walker Mendes Cardoso, a situação é lamentável porque não é compatível com o profissionalismo do ramo de turismo na cidade. “É um caso isolado que será apurado com todo o rigor. Isto nunca ocorreu por aqui. Nossos hotéis são extremamente profissionais, inclusive empreendedores da área estão nos auxiliando nas investigações”, informa Walker. 

Os turistas lesados prestaram depoimento. “Quanto aos responsáveis, serão interrogados nos próximos dias. É um grupo de fora de Santa Catarina que locou o hotel há um bom tempo, mas não está na cidade. Trabalhamos para localizá-los e, assim que isso ocorrer, vamos resolver este caso, que para nós é prioridade neste momento”, destaca o policial civil.