Mirna Graciela
Laguna

Isabel Pereira Estevão, de 66 anos, e Maria Laura Motta Giraldi, de cinco meses, morreram em um acidente no início da noite de segunda-feira, na SC-436, que liga Laguna a BR-101. A batida envolveu um Vectra, de Criciúma, e um Fiat Uno, de Laguna.

As vítimas eram passageiras dos dois veículos, que bateram de frente, no Km 2,250, na localidade de Morro do Corte, nas proximidades do acesso para Laguna. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária, o motorista do Fiat, Airton Estevão, 66 anos, pode ter sofrido um mal súbito antes do acidente.
Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão. Sua esposa, Isabel, faleceu ainda no local.
Já a bebê estava em uma cadeirinha no Vectra, conduzido por seu pai, Gentil Pereira Giraldi, 28 anos. Maria Laura foi reanimada no local do acidente e conduzida também ao HNSC. Ela não resistiu e morreu na manhã de ontem.

A menina era neta do delegado Jorge Giraldi, de Araranguá. Maria Laura foi velada na capela mortuária do cemitério municipal do bairro São Luiz, em Criciúma, onde morava, e seu corpo sepultado ontem, em Içara. Ainda estavam no Vectra Sabrina Silva Mota Giraldi, de 24 anos, e duas crianças, de sete e 11 anos. Todas tiveram ferimentos leves.

Volta para casa

Ontem, por volta das 18 horas, o movimento era intenso na BR-101, na região de Tubarão. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), houve um aumento de pelo menos 30% no fluxo de veículos em comparação com dias sem feriado.

A previsão da PRF é de que hoje este crescimento seja ainda maior, com a volta dos foliões para casa.
A orientação é que os motoristas evitem pegar as estradas no período das 8 às 18 horas. Pelo menos 43 pessoas morreram em acidentes de trânsito no estado, entre sexta-feira até a noite de segunda-feira.