O garoto Ângelo Luiz Francisco Alexandre, de 12 anos, foi um dos feridos na tarde deste domingo (2) em Sangão, em meio a muitas pessoas que estavam no Centro da cidade, que realizou a eleição suplementar.

Além dele, cerca de cinco pessoas também foram atingidas, porém com ferimentos mais leves. Por volta das 15h30min, algumas pessoas estouravam foguetes nas proximidades da Escola Bernardo Schmitz. “De repente vieram aqueles fogos. No momento do estouro, o que pegou mais baixo atingiu meu filho, que estava atrás de mim. Eles lançaram em direção ao povo, todos ficamos atordoados com aquele estrondo”, relata Suellen Domingos Francisco, mãe do adolescente.

O cunhado de Suellen levou o garoto para o Hospital de Caridade, em Jaguaruna. Ele teve a sobrancelha, os cílios e o cabelo sapecados. Mas, na face, o ferimento foi maior, uma limpeza foi realizada, pois havia fragmentos de pólvora e foram necessários alguns pontos para uma cicatrização mais rápida.

“Penso que a primeira palavra é agradecer a Deus porque poderia ter sido pior. Espero que realmente aconteça a justiça, não por vingança, mas pela conscientização de que fogos de artifício não são para jogar assim em público. Sabemos quem foi, vimos as pessoas que estavam fazendo isso, e vamos registrar hoje (segunda) um boletim de ocorrência”, enfatiza Suellen.

Publicada às 10h37min desta segunda-feira (3/4/17)