Wagner da Silva
São Ludgero

As câmeras de monitoramento eletrônico podem ser aliadas da Polícia Civil para desvendar dois furtos ocorridos esta semana em São Ludgero. Os investigadores trabalham na identificação de cinco pessoas suspeitas de praticarem os crimes.

O primeiro furto foi registrado na loja Fretta. Os ladrões estavam em uma motocicleta e agiram de forma simples. Atiraram uma pedra na vidraça e, em menos, de um minuto levaram notebooks, câmeras digitais e celulares. O outro crime ocorreu na relojoaria Zenir. A ação dos criminosos foi a mesma. Eles levaram diversas joias de prata de bali, ouro e outros objetos.

Conforme o levanto feito pela proprietária, o prejuízo deve alcançar os R$ 20 mil. Nos dois casos, a ação dos ladrões foi captada por câmeras de segurança. “Eles foram diretos aos produtos de maior valor, o que mostra que já estiveram no local”, revela o agente Alexandre Martimiano.

Ele ainda explica que por meio das roupas e imagens de outras lojas, os ladrões podem ser identificados em breve. “Eles estavam de capacete. Acreditamos que estes criminosos são do município e circulam constantemente pelos locais que furtaram”, completa Alexandre.

O investigador pede ainda o apoio da população. Se alguém tiver informações sobre os furtos ou a venda destes produtos, deve comunicar o fato à polícia no disque denúncia 197. A ligação é gratuita e não é preciso identificar-se.