Treze de Maio

 

Iniciaram as investigações para identificar e prender os autores do assalto ocorrido na casa de um empresário do ramo de combustíveis, na madrugada de terça-feira, em Treze de Maio. Um inquérito policial foi aberto para apurar o caso.
Toda a rede policial no estado foi informada. O processo está em fase de depoimentos e as vítimas foram submetidas a exames de corpo delito. “Elas ainda estão muito abaladas e serão ouvidas com mais calma a partir de amanhã (hoje)”, contou um investigador.
 
E não para menos. A família passou por momentos de terror e pânico. O forte vento daquela noite colaborou para que a família não escutasse os bandidos, no momento da invasão à propriedade.
 
Um deles – eram quatro – entrou pela janela do banheiro por volta da 0h30min, e abriu a porta para os demais. Todos portavam armas, tinham os rostos cobertos e anunciaram o crime. Estavam na casa o empresário, sua esposa, e os três filhos do casal, um recém-nascido e outros dois, de 5 e 18 anos. Todos dormiam neste momento.
 
O dono da residência foi ameaçado, pois os criminosos exigiam que ele mostrasse o cofre. Ele ainda foi agredido com socos e pontapés, quando um deles apontou a arma para seu filho de 5 anos. A família foi amordaçada e os bandidos levaram R$ 7 mil, vários objetos e uma caminhonete, usada na fuga. O veículo foi encontrado ainda na madrugada de terça, em Morro da Fumaça. 
 
Para a polícia, a localização da residência, distante da estrada e afastada das demais, é um dos motivos que tem atraído os bandidos a este tipo de crime. A casa possui sistema de alarmes, mas  estava desligado.