Casa foi destruída pelo fogo. Chamas queimaram também a casa do lado.
Casa foi destruída pelo fogo. Chamas queimaram também a casa do lado.

Mirna Graciela
Tubarão

A sexta-feira começou com muita tristeza para uma família do bairro São João-ME, em Tubarão. Por volta das 7h50min, o fogo tomou conta da residência do casal Pedro Amandio Neto, 59 anos, e Ruth de Oliveira Amandio, 70 anos. No momento em que as chamas alastraram-se não deu tempo para nada.

Estavam na residência o casal e dois netos que moram com eles, de 10 e 15 anos. Todos conseguiram saíram rapidamente. Uma equipe de seis integrantes do Corpo de Bombeiros de Tubarão utilizou aproximadamente dez mil litros de água para conter as chamas. No entanto, a casa de madeira, de 45 metros quadrados, foi totalmente destruída. Não sobrou nada.

“Se os bombeiros não tivessem chegado naquela hora, o fogo teria destruído nossa casa também”, conta Mikael Augusto Amandio Beluco, 17 anos, outro neto do casal, que mora ao lado, com seus pais. A causa do incêndio ainda não foi esclarecida, mas as informações preliminares do Corpo de Bombeiros dão conta de que tenha sido um curto-circuito. O laudo ficará pronto neste sábado.

Ruth Amandio foi levada às pressas ao Hospital Nossa Senhora da Conceição porque há dois anos teve um derrame pleural e necessita usar um aparelho de oxigênio por 24 horas. O equipamento ficou destruído. “Foi um susto enorme, acordamos no desespero, quem viu o fogo primeiro foi minha avó, agora tudo está perdido”, lamenta Mikael.

Família precisa muito de ajuda

Nada sobrou na residência incendiada do casal Pedro Amandio Neto e Ruth de Oliveira Amandio. Eletrodomésticos, móveis e roupas foram totalmente queimados. A família necessita de muita ajuda. “Tudo o que conseguirmos através de doações é bem-vindo. Roupas, comida, móveis, material para reconstruirmos a casa. Não temos mais nada”, pede Mikael Augusto Amandio Beluco, neto de dona Ruth.

O aparelho de oxigênio para a idosa já foi conseguido com a White Martins, que fez a doação. Quem puder colaborar para minimizar a dor da família pode ir diretamente ao local, na rua Nelson Manoel Antunes, nº 59, bairro São João-ME, perto do Bar do Noé, ou entrar em contato por meio dos telefones 36283176 (Rosimeri) ou 91020285 (Mikael).