Jovem de 22 anos morreu durante uma apresentação na arena de rodeio. Foto: Priscila Loch/Notisul
Jovem de 22 anos morreu durante uma apresentação na arena de rodeio. Foto: Priscila Loch/Notisul

Tatiana Dornelles
Capivari de Baixo

Apenas 22 anos e uma vida inteira pela frente, não fosse por um incidente ocorrido durante uma apresentação de gineteada (rodeio) na Energy Fest, evento em comemoração aos 16 anos de emancipação político-administrativa de Capivari de Baixo. Tristemente, o jovem Élison Kotarsky morreu após ser pisoteado por um touro. Ele tentava montar o animal e caiu.

Élison foi levado ainda com vida ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, na madrugada da última sexta-feira, entretanto, não resistiu e morreu sábado. O jovem teve traumatismo abdominal. Ele era natural de Canoinhas e morava em Três Barras.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Capivari de Baixo, Élison havia sido contratado pela empresa organizadora do rodeio, que deve assumir as responsabilidades. Além disso, por ser uma atividade radical (gineteada), o próprio jovem sabia do perigo que corria.

O corpo de Élison foi velado em Capivari de Baixo e, depois, encaminhado para sua cidade. O prefeito Moacir Rabelo e o vice, Araildo Domingos Liberato Machado, o PG, compareceram ao velório do rapaz.