Os computadores, celulares e CD’s dos dois adolescentes foram apreendidos pela Polícia Civil de Capivari de Baixo   -  Foto:Polícia Civil de Capivari de Baixo/DivulgaçãoNotisul
Os computadores, celulares e CD’s dos dois adolescentes foram apreendidos pela Polícia Civil de Capivari de Baixo - Foto:Polícia Civil de Capivari de Baixo/DivulgaçãoNotisul

Capivari de Baixo

Por meio de mandados de busca e apreensão, a equipe de Polícia Civil de Capivari de Baixo esteve nas casas de dois adolescentes, ambos com 16 anos, acusados de cometer pedofilia na internet. Conforme o Notisul divulgou com exclusividade no dia 29 de outubro deste ano, naquela data três boletins de ocorrência já tinham sido registrados na delegacia.
 
Desde então, os agentes iniciaram a investigação. Meninas de 13 anos foram vítimas de ‘falsos’ amigos em redes sociais. Os computadores dos dois jovens, moradores de Pescaria Brava, foram apreendidos. Eles usavam os equipamentos para criar páginas falsas no facebook.
 
Depois, escolhiam suas vítimas – com idades entre 12 e 13 anos – enviavam a solicitação de amizade e começavam a ameaçá-las para que realizassem vídeos pornográficos. Caso contrário, mandariam matar seus familiares. 
 
Diante disso, algumas chegaram a enviar os materiais, que foram colocados pela dupla em redes sociais, como facebook e youtube. As investigações também resultaram na apreensão dos adolescentes e também de seus aparelhos celulares, onde havia conversas pornográficas entre um deles com sua namorada, de 14 anos, e vários CD’s.
 
Os dois foram encaminhados para a delegacia nesta quinta-feira, onde prestaram depoimento na presença de seus responsáveis legais. Eles foram liberados, mas responderão pelo processo criminal. Os trabalhos foram coordenados pelo delegado José David Machado.