Maycon Vianna
Treze de Maio

A Operação Minuano, realizada segunda-feira, envolveu 140 policiais civis de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul e terminou com prisões em Araranguá, Içara, Itapema e Joinville. Cerca de 40 policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão e prisões no estado, desde às 5 horas. Uma quadrilha de desmanche, que furtava carros de luxo e fazia o desmanche dos veículos, utilizava um galpão em Treze de Maio para praticar o crime

O galpão onde funcionava o esquema está situado na localidade de Rio Perdoná, onde dois caminhões foram encontrados. Um deles estava carregado de peças ilícitas de automóveis. “Há tempos, via essa movimentação próximo ao local, mas nunca imaginei que se tratava de um desmanche. Eles jogavam peças no rio e sabíamos que não era coisa de pessoas que moram aqui”, enfatiza um morador da localidade de Rio Perdoná.

Os veículos eram desmanchados antes de serem vendidos a preços abaixo dos de mercado. A preferência da quadrilha envolvida era por carros fabricados a partir de 2006 e com valor superior a R$ 60 mil.
Os policias chegaram até o local a partir de uma ‘batida’ em Içara, onde prenderam um receptador e uma mulher acusada de controlar as finanças da quadrilha. O homem levou os agentes até o galpão em Treze de Maio. O criminoso admitiu que costumava desmontar os veículos e jogar as carcaças em um rio que corta o município.