Laguna

A família de Roberto Oliveira, 34 anos, natural de Porto Alegre, ainda não reivindicou o corpo no Instituto Médico-legal (IML de Laguna, onde está há exatamente uma semana. O corpo dele foi identificado nesta segunda-feira (13) após consulta no sistema do Instituto Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul. Ficou comprovado se tratar da vítima encontrada na Lagoa Santo Antônio dos Anjos, no bairro Bananal, no Distrito de Ribeirão Pequeno, em Laguna, na última terça-feira.

O corpo está no IML à espera de familiares para continuar com os trâmites legais para liberação. Foi encontrado boiando por volta das 19 horas de terça. Moradores e pescadores acionaram a Polícia Militar. De acordo com os bombeiros, nenhum documento tinha sido encontrado e não havia marcas de agressão ou ferimento por arma de fogo ou objeto cortante, o que foi comprovado após perícia.

Ainda não foi apontada a causa da morte, ficou definida como indeterminada, já que o cadáver estava em avançado estado de putrefação. O caso ainda é investigado pela Polícia Civil.