Preocupado com o não pagamento das diárias e etapas de alimentação da Operação Veraneio 2018/2019 aos policiais e bombeiros militares, o presidente da Associação de Praças do Estado de Santa Catarina (Aprasc), ST PM RR João Carlos Pawlick, visitou, na quarta-feira (26), algumas praias da Grande Florianópolis. O cabo PM RR Polli, da coordenação de Relações Públicas, acompanhou o Pawlick. “As diárias são de suma importância aos nossos guerreiros, uma vez que muitos deles se deslocam do interior do Estado para o litoral catarinense”, resume o dirigente da associação. Ele acrescentou que também é necessário dar conforto, comodidade e segurança aos militares.  

Dessa forma, o presidente esteve em conversa com o comandante-geral da PMSC, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Junior, solicitando explicação, já que essas diárias são imprescindíveis para o moral da tropa e impreterivelmente se refletirá no bom andamento do serviço e numa melhor segurança pública para os veranistas e turistas.

Araújo explicou que o atraso se deu devido à burocratização da máquina estatal e se comprometeu que nesta sexta-feira (28), os valores estarão depositados nas contas dos policiais, juntamente com o salário de dezembro. O presidente lembra aos sócios que está em conversação com as autoridades competentes para a atualização dos valores das diárias e etapas de alimentação da Operação Veraneio, que estão defasadas há mais de dez anos.