Rafael Andrade
Tubarão

A citação do título acima é do delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Maurício José Eskudlark. Ele participou da inauguração da Central de Operações Policiais (COP) de Tubarão, nesta sexta-feira. O Núcleo de Investigações Criminais (NIC) dá lugar ao novo setor. “Serão mais policias e, consequente, mais equipamentos, e melhores armas, como fuzis”, destaca Maurício.

O COP será coordenado pelo delegado Marcos Ghizoni, que já comandava o NIC. Cinquenta policiais participaram do ato inaugural. “Sediar uma central dessa é uma satisfação e um passo importante dado na cidade. A Polícia Civil necessita de ambientes adequados e profissionais preparados”, avalia o delegado regional de Tubarão, Renato Poeta.

Ghizoni reitera que as investigações terão resposta mais rápida, além de maior eficácia. “Com o incremento na equipe e novos equipamentos e armamentos, os crimes serão solucionados em um período curto. Tubarão evolui no sentido de segurança pública”, relata Ghizoni.