Imbituba

Com o excesso de velocidade e a falta de atenção de alguns condutores de automóveis que trafegam pela BR-101, as vítimas de acidentes entre veículos de pequeno, médio e grande porte aumentam consideravelmente. A utilização dos diversos desvios devido à duplicação da rodovia federal, com placas que orientam o trânsito, também requer maior atenção por parte dos motoristas.

Na manhã de ontem, a ‘rodovia da morte’ registrou mais uma vítima em um dos trechos considerados perigoso entre as estradas catarinenes: o sul. Por volta das 6h15min, Alexandre dos Santos, 30 anos, morreu ao colidir de frente o carro que dirigia, um Celta com placas de Imbituba, em um caminhão Scania, de Orleans, no quilômetro 292 do trecho sul da 101, em Imbituba.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do Celta, residente em Imbituba, perdeu a vida pouco tempo depois do acidente. Já o motorista do Scania teve apenas lesões leves.