Maycon Vianna
Tubarão

Após a ‘Operação Tubarão 121’, realizada pela Polícia Civil em vários bairros e também em municípios vizinhos, quarta-feira, os investigadores continuaram a ouvir ontem os acusados de ter algum tipo de envolvimento com os últimos cinco homicídios em Tubarão.

O principal suspeito, Jessé de Jesus Mello, continua preso em uma cela na Central de Polícia de Tubarão, foi ouvido ontem à tarde pela polícia e ainda nega o envolvimento nos crimes. Outros seis suspeitos acusados de participar de alguma forma nos crimes também foram interrogados ontem e não confirmaram qualquer tipo de relação com os crimes.
A polícia começa a dar novos rumos às investigações.

Testemunhas do primeiro e segundo homicídios do ano – que vitimou Roge Moreira, 25 anos, no dia 5 de junho, e da jovem Taiane Espíndola, 20 anos, em 15 de julho – já comparecerem à delegacia para prestar depoimento. A polícia reúne agora provas por meio de munições, armas apreendidas, exame de balística para saber se realmente existe o envolvimento de pelo menos seis dos nove presos na operação de quarta-feira.

Durante a manhã e a tarde de ontem, a polícia continuou à procura de mais suspeitos que continuam foragidos (foram expedidos 12 mandados de prisão – nove foram cumpridos quarta-feira). A tendência é que eles já não estejam mais na região, devido às informações divulgadas de que são procurados pela polícia.