Paulinho Sachetti
Tubarão

Aproximadamente 17 bares e lanchonetes foram notificados pela Polícia Civil, na noite de terça-feira, nos bairros Monte Castelo e Oficinas, em Tubarão. Todos estavam com os alvarás vencidos e receberam um prazo de cinco dias para colocar o documento em dia.

Na próxima semana, oito policiais escalados pela chefia do setor de jogos e diversões da Delegacia Regional de Tubarão farão uma nova vistoria. “Quem não providenciou a documentação com o ano de 2008, terá o estabelecimento fechado. Primeiro, nós notificados e damos o prazo para dar tempo de fazer tudo. Depois, nós vamos fechar, caso os proprietários não cumpram a determinação”, explica o policial Vilmar Rodrigues, do setor de jogos e diversões.

Pelo menos cinco bares deverão ter as portas lacradas na próxima semana. Eles já haviam sido notificados em 2007 e até agora não regularizaram a situação. “Sabemos quem não está legalizado. Alguns locais foram avisados sobre as penalidades e, mesmo assim, não tomaram as providências. Por isso, serão fechados. Não vamos mais perdoar. Alguns donos de bares e lanchonetes abusam da nossa bondade, mas este ano as coisas serão diferentes”, alerta.

Tubarão deve ter pelo menos duas blitze do tipo por semana. Outras serão feitas em cidades da região, a serem escolhidas posteriormente.
“Não podemos divulgar onde iremos atuar para que os trabalhos não sejam prejudicados. Queremos chegar de surpresa. Quem estiver legalizado poderá trabalhar normalmente. Já quem não estiver, terá o negócio fechado”, avisa.