Leandro afogou-se no Rio Braço do Norte e o seu corpo foi retirado da água pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.
Leandro afogou-se no Rio Braço do Norte e o seu corpo foi retirado da água pelo Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Braço do Norte

O corpo de Leandro Blasius, 20 anos, que estava desaparecido deste a tarde de domingo, no Rio Braço do Norte, foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros da cidade 24 horas após a tragédia. Os profissionais encerraram as buscas na noite de domingo, por volta das 20 horas e os mergulhadores retomaram logo no início da manhã de segunda-feira.

Um mergulhador e um bombeiro encontraram o corpo a quase 50 metros de onde os amigos de Leandro o viram pela última vez.
Familiares e amigos acompanharam as buscas.

Como foi o afogamento
Por volta das 15 horas de domingo, Leandro Blasius, 20 anos, morreu afogado ao realizar a travessia do Rio Braço do Norte, próximo à Associação da Eletro Jo, na comunidade de Foz do Rio Pequeno.

Leandro e três amigos nadavam enquanto mais dois estavam em uma canoa. Conforme o sogro da vítima, tudo ocorreu muito rápido. “Meu filho ainda tentou salvá-lo, mas, se não saísse, iria morrer também. Era uma brincadeira de jovem, estavam divertindo-se na água, ninguém teve culpa. Foi uma tragédia”, lamenta.

A viúva de Leandro está grávida de três meses. Os bombeiros pedem atenção aos banhistas em dias quentes. “Um dos principais cuidados é com a correnteza. O fluxo de água no leito muda ao longo do rio e durante o dia, e pode arrastar o banhista.

Em situações de chuva, evite o banho, pois o nível da água pode subir repentinamente. Além da água, galhos de árvores e até pedras podem descer dos morros. Lugares rasos também exigem atenção, principalmente no momento do mergulho”, alerta um bombeiro.

Siga estes cuidados ao nadar

• Nade somente nos locais em que há guarda-vidas;
• Cuidado ao pular em rios. Você pode bater a cabeça nas pedras, muito comuns na região;
• Tenha atenção à correnteza;
• Saia da água se estiver chovendo forte, pois o nível dos rios sobe rapidamente;
• Se não conhecer a região, não nade;
• Nunca deixe crianças sozinhas na água;
• Nade longe de pedras, estacas, piers ou embarcações;
• Não tome bebidas alcoólicas antes de entrar na água.

Fonte: Corpo de Bombeiros de Santa Catarina