A prisão decorre de investigação que apura o crime de roubo circunstanciado ocorrido no último dia 26, em estabelecimento, em Pescaria Brava. Na ocasião, três homens entraram no estabelecimento armados e levaram cerca de 35 cinco relógios e um celular. Outro indivíduo permaneceu em um veículo, para que o grupo empreendesse fuga.

Com o compartilhamento de informações entre órgãos de segurança pública, que incluem as Delegacias de Polícia de Pescaria Brava e de Capivari de Baixo, bem como a Segunda Seção da Polícia Militar de Capivari de Baixo, foram apurados elementos que cominaram na identificação de três suspeitos.

No último dia 14, foi deflagrada operação policial que resultou na prisão temporária de dois suspeitos do crime. Um terceiro suspeito, cuja prisão também fora decretada conseguiu fugir à ação policial e encontra-se foragido.

Em continuidade à investigação, novamente decorrente da integração entre os órgãos de segurança pública, foi apurada a identidade do quarto e último suspeito. Em razão disso, nesta quinta-feira, após representação do delegado de Polícia que preside o Inquérito Policial, manifestação favorável do Ministério Público e decisão judicial, nova operação policial foi realizada para o cumprimento da prisão temporária desse último suspeito. A operação, que contou também com participação do PPT de Tubarão, resultou na prisão do suspeito e na recuperação de um relógio roubado.