Com a decisão, o resultado das eleições municipais está mantido

Rio Fortuna

Por uma decisão favorável da Justiça Eleitoral, o prefeito de Rio Fortuna, Lindomar Ballmann, e o vice Neri Vandresen foram absolvidos das acusações de suposta compra de votos. Com isso, o resultado das eleições municipais está mantido.

Na sentença da investigação judicial, o juiz eleitoral de Braço do Norte, Klauss Corrêa de Souza, reconheceu que as provas apresentadas, bem como os depoimentos, não demonstram efetivamente a capacitação ilícita de sufrágio, ou seja, a compra de votos. O juiz ainda declara que a mera suposição não serve para a condenação, uma vez que se exige convicção certa da prática do ilícito.

“A justiça apenas confirmou o que a nossa população já havia decidido no dia 2 de outubro. O nosso trabalho continua pautado na responsabilidade, ética e compromisso, e faremos o nosso melhor para contribuir com o desenvolvimento do município”, afirma o prefeito Lindomar.

Chapa venceu com 56,94% dos votos válidos

Lindomar e Neri foram eleitos com 2.350 votos, ou seja, 56,94% dos votos válidos nas eleições de 2016. “Nossa campanha foi limpa, transparente, com propostas e ideias para tornar um Rio Fortuna melhor. Não tínhamos dúvidas de que a decisão seria favorável”, complementa Neri.

Fonte: Sul Infoco
Foto: Divulgação/Portal Notisul