#PraCegoVer Na foto, um homem fala ao microfone
Apesar de ser desconhecido da população, Jorge Seif Júnior é confirmado como o candidato do PL ao Senado por Santa Catarina - Foto: SEAP | Divulgação

O Partido Liberal (PL) oficializou a candidatura do ex-secretário especial de aquicultura e pesca, Jorge Seif Júnior ao Senado. Considerado o pré-candidato preferido de Bolsonaro para concorrer à vaga, Júnior não é catarinense, ainda que tenha se radicado em Santa Catarina em 1999 para cuidar dos negócios da família. O pai dele, Jorge Seif é dono de uma das maiores companhias de pesca industrial do Brasil, a JS Manipulação de Pescados, cuja sede fica em Itajaí. Muito próximo do presidente Jair Bolsonaro, ele mesmo se deu o título de 06, em alusão a maneira como os filhos do chefe do executivo nacional são chamados.

Apesar do aval do mandatário, Seif Júnior é desconhecido em Santa Catarina e uma espécie de ‘persona non grata’ nos setores pesqueiros e ambientais. O principal motivo são as recorrentes acusações de que usou seu cargo para favorecer os negócios de sua família. Foi editada por ele, por exemplo, a norma que dobrou o número de espécies de peixes que poderiam ser capturadas dentro de uma modalidade específica de pesca industrial, praticada apenas por duas embarcações no país. Uma delas, obviamente, é de propriedade do seu pai. Seja como for, o anúncio está feito e, ao que tudo indica, sacramentado. A vice-governador Daniela Reinehr, antes considerada um dos nomes do PL para o Senado, já trata, desde o começo deste ano, de pavimentar sua candidatura para a Câmara dos Deputados, ao lado de Daniel Freitas, que deverá buscar a reeleição à Casa Legislativa Nacional.

Fonte: ND+ e IstoÉ
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul