Ronaldo Fornazza
Vice-prefeito de Braço do Norte

Neste ano, temos novamente a importante missão de escolher nossos representantes na Assembleia Legislativa, no governo do Estado, no Congresso Nacional e na presidência da República. Por mais decepcionados que estejamos, o voto é o único recurso capaz de mudar a situação que se instaurou em nosso país. Deixar de exercer esse direito passa muito longe de ser a solução.

No sentido de buscar fazer as melhores escolhas, é requisito básico pesquisar sobre os candidatos, suas trajetórias, projetos, envolvimento com a sociedade. Uma das principais perguntas a se fazer é o que os escolhidos para deputado estadual e federal, senador, governador e presidente da República podem fazer pela região onde vivemos se eleitos. Esse questionamento tem peso ainda maior na escolha dos deputados.

Isso porque quanto menor a representatividade de uma região, menores os investimentos. Na Amurel, hoje, não temos sequer um deputado na Alesc e na Câmara Federal, e essa lacuna reflete consideravelmente no desenvolvimento dos municípios.

Por isso a importância do voto regional. Precisamos votar em quem represente a nossa Amurel junto aos órgãos governamentais, em quem lute pela liberação de verbas para a realização de melhorias em nossos municípios e intensifique nossa força, com participação direta da população.

Tivemos grandes representantes. Vários deputados estaduais e federais nasceram e viveram por aqui, inclusive em Braço do Norte. Genésio Goulart, Joares Ponticelli e José Nei Ascari foram os últimos eleitos e trabalharam fortemente por toda a região. São méritos deles muitas conquistas.

Investir no Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte, é importantíssimo para desafogar o Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão. Ampliar o Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi, em Jaguaruna, e o Porto de Imbituba representa não apenas promover melhorias no setor de transporte e logística, como também geração de empregos. É preciso ainda melhorar a malha viária.

A SC-108, entre Braço do Norte e Rio Fortuna, está uma lástima e terminar o trecho da SC-370 entre Grão-Pará e Urubici é essencial para desenvolver o turismo.

Estes são só alguns exemplos de situações que com certeza estariam mais bem resolvidas com representatividade. Não deixe de fazer a sua parte! Precisamos retomar e, se possível, ampliar este espaço.