4. Um outro componente da avaliação é o desempenho da universidade na pós-graduação stricto sensu, tendo por base a nota da Capes. No triênio 2004-2006, a Unisul tinha apenas um mestrado recomendado, com nota 3. Este índice melhora não somente em função das boas notas, mas também em função do número de cursos de pós-graduação stricto sensu.

Em sua política para a consolidação da qualidade, em 2007, a Unisul obteve recomendação da Capes para dois novos mestrados e, neste ano de 2008, a recomendação para ofertar seu primeiro doutorado. Como nenhum destes cursos ainda completou seu primeiro triênio e, portanto, não foram submetidos à avaliação, não contribuíram positivamente para o cálculo deste IGC. É evidente que estes resultados contribuirão para um melhor IGC, em sua próxima edição.

5. No que toca o Enade, na última prova prestada (2007) por alunos ingressantes e concluintes e cujo conhecimento específico (o que o aluno aprendeu na universidade) pesa 75%, a Unisul foi, por exemplo, melhor que a Ufsc: média 3,14 contra média 3 da Ufsc. Só nos cursos da Grande Florianópolis, para tomar por base o mesmo contexto geográfico, a média da Unisul foi de 3,6. A Udesc avaliou apenas dois de seus cursos: educação física e fisioterapia; a Unisul avaliou 16.

6. Vale ainda lembrar que o conceito preliminar, como o próprio nome indica, é um indicador preliminar e de referência da situação dos cursos de graduação. Mas não é um índice definitivo. Isso porque, para universidades como a Unisul, ele ainda está em processo de construção, visto que não completamos o ciclo de avaliação iniciado em 2004.

A Unisul integra a lista das 176 universidades avaliadas. Só de estar nesta posição já é um diferencial de qualidade. No ranking das 173 universidades com conceito (três não tiveram), a Unisul alçou o 108º lugar. Com o IGC na faixa 3, a Unisul está onde estão 63,1% das universidades, ou seja, numa média altamente positiva.

Evidente que o desafio da qualidade é grande e permanente, e cabe à Unisul envidar todos os esforços na sua constante busca. O processo de avaliação é contínuo e estabelecer um ranking de universidades é uma estratégia faz parte desta busca da qualidade. Como tal, ele é instrumento, e não uma sentença.