A literatura é uma arte que tem fortes representantes em Santa Catarina. Talvez não seja correto rotular a literatura produzida aqui como catarinense, mas ela tem autores com qualidade e representatividade.
A projeção catarinense na literatura brasileira começa com o ícone maior da poesia simbolista, Cruz e Sousa, nascido em Florianópolis, antiga Desterro, de reconhecimento universal, ainda que póstumo. Sua poesia foi traduzida e publicada em vários países.
A perfeição dos poemas de Cruz e Sousa já fez com que o comparassem a Baudelaire e o colocassem ao lado de Mallarmé.

Seguem-se-lhe Virgílio Várzea, que publicou em parceria com Cruz e Sousa Tropos e Fantasias, a estréia do Cisne Negro na literatura, e Luiz Delfino.
Existem, também, os escritores catarinenses contemporâneos, aqueles que já têm uma obra conhecida e consolidada e ultrapassaram as fronteiras do nosso estado.

Alguns deles projetaram-se em nível nacional, mas nem sempre estão radicados aqui no estado. Nomes como Lindolfo Bell, Guido Wilmar Sassi , de grata memória, Cristóvão Tezza, Deonísio Silva, Silvio Back, Werner Zotz são exemplos de escritores catarinenses de renome nacional.
Existem os contemporâneos do estado, que se concentram, quase todas na capital, mas não é deles que o livro Escritores Catarinenses e o Grupo Literário A ILHA fala.

No livro, estão os escritores que produzem em outros pontos de Santa Catarina, que têm sua obra publicada, têm uma bibliografia considerável, em quantidade e qualidade, alguns com livros com várias edições, apesar de não estarem, a maioria deles, aparecendo nas vitrines ocupadas pelas figurinhas carimbadas de plantão.
São os escritores que se impõem por seu talento, dedicação e perseverança e vão se revelando pelo estado, conquistando respeito e reconhecimento pelo mérito de sua obra.

O livro Escritores Catarinenses e o Grupo Literário A ILHA, história da trajetória de punhado de escritores que ajudou a fazer a historia da literatura catarinense nas últimas décadas, foi lançado na Feira do Livro de Jaraguá. Quase cinqüenta autores passaram pelo Grupo A ILHA ou ainda estão nele, estão presentes no livro com biografia, bibliografia, alguma fortuna crítica e uma amostra da obra..
Um livro para pesquisa, já que traz um panorama atualizado da nova literatura de Santa Catarina.