Ao todo, 100 crianças e adolescentes, do 1° ao 9° ano, participaram do programa de Educação Integral. Foto: Prefeitura de Capivari de Baixo/Divulgação/Notisul
Ao todo, 100 crianças e adolescentes, do 1° ao 9° ano, participaram do programa de Educação Integral. Foto: Prefeitura de Capivari de Baixo/Divulgação/Notisul

O planejamento do início do Programa Mais Educação – Educação Integral já é desenvolvido pelos profissionais da secretaria de educação e cultura prefeitura de Capivari de Baixo. A atividade começa a ser implantada já na próxima segunda-feira, na escola Dom Anselmo Pietrulla.

Os alunos terão a oportunidade de desenvolver outras habilidades, a partir das oficinas. As aulas serão ministradas no contraturno escolar. Quem tem aula pela manhã, participará da atividade extra à tarde e vice-versa.
“Este é um modelo de educação que já é realidade em países desenvolvidos. Nosso município será pioneiro no desenvolvimento desta ideia no sul catarinense. É assim que se oferece educação pública de qualidade!”, valoriza o prefeito Luiz Carlos Brunel Alves.

A diretora da escola, Rosita Luz Fernandes, salienta que o projeto chegará em boa hora. Para ela, esta ação representa um avanço imenso na educação do município.
“Nossa escola está muito feliz e empenhada na implantação do Programa Educação Integral. Só temos a agradecer por esta iniciativa”, elogia Rosita.

O que vai ter no Educação Integral
As primeiras atividades que serão disponibilizadas no programa Educação Integral, na escola Dom Anselmo Pietrulla, em Capivari de Baixo, serão oficinas de letramento, teatro, canto coral, rádio escolar, xadrez e futsal.
Com o tempo, a meta é implantar outros tipos de atividades, em áreas diferentes, além de estender o programa para outras unidades escolares do município.
Ao todo, nesta fase de testes, 100 crianças e adolescentes, do 1° ao 9° ano, estudarão de segunda à sexta-feira, por sete horas diárias. Além de receberem a educação básica, a ampliação da jornada escolar visa também ofertar outras oportunidades para os alunos.

Oficinas capacitam professores

A prefeitura de Capivari de Baixo e a Faepesul continuam a parceria que visa promover a capacitação dos docentes do município. O professor Maurício da Silva começou ontem a oficina “Avaliação da Aprendizagem”, na escola Dom Anselmo Pietrulla.

Os encontros continuam na próxima semana, quando será as vez dos diretores, secretários, equipe pedagógica e dos professores da educação infantil ao 9º ano participarem.
O objetivo é implementar a Resolução 03/2011, que estabelece as diretrizes para avaliação do ensino da educação básica do sistema de educação de Capivari de Baixo.
O professor Maurício da Silva vai trabalhar os seguintes conteúdos: concepções, funções, objetos e registros da avaliação, critérios para aprovação e reprovação, modalidades de recuperação e conselho de classe.
“A melhoria da qualidade do ensino passa, necessariamente, pelo acompanhamento da aprendizagem do aluno e pelas rápidas e adequadas intervenções para suprir dificuldades detectadas”, avalia Maurício.

Crianças do CEI Vila Paraíso desenvolvem atividades

A empolgação pelo aniversário de 20 anos de Capivari de Baixo ainda é grande. As atividades, em muitas escolas do município, seguem com a valoriza da data, que representa, também, a valorização das próprias crianças.
No Centro de Educação Infantil Vila Paraíso, diversas atividades pedagógicas foram realizadas. Os 33 alunos da instituição, comandados pela diretora Daniela e as professoras, pintaram bandeiras do município, entoaram o hino da cidade e fizeram desenhos no parque, entre outras diversas atividades legais!