Diante do sofrimento de milhões de pessoas em função da Covid-19 quando perdem alguém da família, um amigo, ou até mesmo um conhecido – afinal a doença causou uma grande transformação em todos os sentidos e a empatia virou prioridade -, felizmente, por outro lado, há os que conseguem sair vitoriosos. São histórias lindas de superação e felicidade que merecem ser compartilhadas, pois cada uma traz relatos e experiências diferentes, e isso proporciona uma melhor aprendizagem e conscientização sobre essa doença ainda tão misteriosa.

A de Delma de Oliveira Vieira, de 79 anos, de Braço do Norte, é uma delas. Uma mulher guerreira que adora a vida, é alegre, ativa ainda trabalha, e tem muita fé. Nesta sexta-feira (4), Delma teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Socimed, em Tubarão, após oito dias internada.

Foi um dia de sorrisos e esperança para toda a família. “Os primeiros sintomas dela foram a falta de apetite e uma leve dor de cabeça, minha mãe não tinha falta de ar. Como nossa sobrinha havia testado positivo, marcamos uma consulta. No dia 22, foi confirmado que ela havia contraído o vírus. Então, começou a tomar a medicação, mas em casa”, conta sua filha Graziela de Oliveira Vieira.

Três dias depois, a família cogitou uma internação, pois dona Delma estava muito fraca, não comia, mas não queria sair de seu lar. “A enfermeira do Hospital Santa Teresinha foi na casa dela e aplicou um soro, mas no dia 27 ela foi atendida no hospital, fizeram todos os exames e o pulmão estava 80 por cento comprometido. Então, foi para a UTI do Socimed, em Tubarão”, relata Graziela.

Felizmente, a guerreia não precisou ser entubada. A probabilidade era grande, o exame do pulmão era desfavorável, mas Delma falava, estava lúcida, e almejando uma prorrogação da entubação. Ontem (4), Delma foi para a enfermaria, no setor isolado para tratamento da Covid-19. Não há perspectiva ainda de alta, segundo Graziela, mas ela acredita que seja em breve.

O amor está ao lado
A filha se emociona ao contar que dias depois, seu pai Ary Vieira, de 85 anos, também precisou de cuidados. Ele estava rouco e uma consulta foi marcada em uma clínica em Braço do Norte, onde foi constatado que a saturação estava muito baixa e Ary apresentava muito cansaço.

“A médica achou melhor, como prevenção, interná-lo. Ele tem os sintomas, já fez dois exames e deram negativo, estamos aguardando o resultado do terceiro”, explica Graziela.
Hoje (5), Ary e Delma, casados há 62 anos, estão lado a lado. Ele também está no Socimed, mas não precisou ir para a UTI. Ambos estão no mesmo setor, porém, por precaução não podem se ver, tiveram somente uma pequena chance (veja no vídeo abaixo).

O casal: uma vida de alegria e de trabalho
O casal é muito conhecido e querido em Braço do Norte. “O número de mensagens que recebemos de parentes, amigos e conhecidos é incalculável, todos ficaram muito sensibilizados e preocupados”, agradece.

A filha conta que Dona Delma é uma mulher alegre, festeira, ama viver e também adora uma cervejinha. “Acredito que por isso tantas pessoas se comoveram pelo seu estado. Minha mãe também é muito católica, tem muita fé, acreditamos que isso também ajudou muito na evolução de sua saúde”.

Ela já venceu um câncer no duodeno, há cerca de 15 anos, muito agressivo, e faz exames periodicamente. E ganhou mais uma batalha!

O casal tem três filhos. Eles são proprietários do Supermercado Russel, um dos mais tradicionais de Braço do Norte, que foi fundado pela família de dona Delma. “Minha mãe sempre trabalhou, é ativa, disposta. Ela somente parou quando começou a pandemia. Até então, sempre no mercado, trabalha na parte administrativa, financeira, faz de tudo um pouco”.

Mensagem da filha diante da internação dos pais
“A sensação foi de muito medo e impotência e, ao mesmo tempo, de gratidão pela melhora da mãe e por todo o carinho que recebemos das pessoas e da equipe médica. Agradeço imensamente a todos os profissionais, desde os enfermeiros, médicos, pelos cuidados e atenção aos meus pais. Um trabalho de qualidade, que merece ser enaltecido, pois muitos estão ali arriscando suas vidas pelas vidas de outras pessoas”.

Um reencontro rápido entre o casal:

A saída de Delma da UTI gravada pela filha Graziela:

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul