#Pracegover Foto: na imagem há a placa da Udesc e folhas de palmeira
#Pracegover Foto: na imagem há a placa da Udesc e folhas de palmeira

A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) chega ao fim de 2020 com uma série de ações marcantes em meio ao contexto da pandemia do novo coronavírus. Em uma das frentes de trabalho, a instituição realizou mais de 100 ações envolvendo equipes de ensino, pesquisa e extensão para o enfrentamento da Covid-19, como a fabricação de equipamentos médicos e o desenvolvimento de um teste rápido inédito.

Em outra frente, a Udesc também atuou para a retomada imediata do ensino, de forma remota, em 60 cursos presenciais de graduação e mais de 50 cursos presenciais de pós-graduação, entre especialização, mestrados e doutorados. Assegurando o andamento das atividades à comunidade acadêmica ​e à sociedade.

Desde 17 de março, quando iniciou o período de enfrentamento à pandemia no estado, alunos e servidores estiveram mobilizados em atividades para conter o avanço da doença. São destaques a fabricação de milhares de unidades de face shields (protetores faciais) em impressoras 3D e a laser, a doação de materiais para a rede de saúde, como máscaras, luvas e álcool em gel, a disponibilização de equipamentos do hospital veterinário de Lages, entre outras ações.

O Laboratório de DNA, da Udesc Lages, também ofereceu seus equipamentos para diagnóstico molecular da Covid-19 ao Laboratório Central (Lacen) do Governo do Estado. Na mesma unidade, pesquisadores do Laboratório de Bioquímica desenvolveram, em parceria com outras instituições, um teste molecular inédito para diagnóstico da Covid-19. O novo teste é mais rápido, simples e barato e está em fase final de estudos.

O teste funciona a partir de um peptídeo, ou seja, uma molécula que reconhece o vírus e se liga a ele. Depois, os pesquisadores acrescentaram estruturas químicas que emitem luz e deixam as moléculas com cor fluorescente. Quando elas encontram o vírus e a cor desaparece, o resultado é positivo para o novo coronavírus.

Para o reitor da Udesc, Dilmar Baretta, o ano de 2020 foi difícil, mas a universidade buscou ser protagonista no enfrentamento à Covid-19. “Desde o início da pandemia, nós nos colocamos à disposição da sociedade no combate à doença e trabalhando forte no ensino, na pesquisa e na extensão para atender as demandas da comunidade ​acadêmica e da sociedade”, ressalta.

Aulas retomadas de forma não presencial

Outro desafio imposto pela pandemia do novo coronavírus foi a retomada das aulas nos cursos presenciais de graduação e pós-graduação de forma não presencial.

Após a interrupção por conta do período de distanciamento social, em 17 de março, as atividades na pós-graduação foram reiniciadas em 25 de maio, enquanto a graduação retornou de forma remota em 22 de junho, após os resultados alcançados pelo grupo de trabalho constituído por ato da Reitoria da Udesc em março.

Nesse cenário, a tecnologia foi uma grande aliada tanto de alunos como professores. As aulas foram retomadas a partir de plataformas digitais, pela internet, de forma síncrona, com a presença de alunos e professores simultaneamente em tela, e assíncrona, sem a necessidade de presença simultânea. Centenas de professores da universidade foram capacitados para utilização da plataforma Moodle, com possibilidade também de utilização do Microsoft Teams, entre outras ferramentas.

Aos alunos em situação de vulnerabilidade financeira, a universidade criou o auxílio de inclusão digital, que concedeu R$ 80 mensais para contratação de plano de internet para acompanhamento das aulas. Os centros de ensino também disponibilizaram computadores dos laboratórios de informática para estudantes sem acesso a máquinas, além de empréstimo de equipamentos.

Outro ponto a ser destacado foi a possibilidade de formaturas online, com os estudantes da universidade recebendo os diplomas a partir de eventos a distância, por meio das plataformas digitais e transmissão no Canal da Udesc, no YouTube. As sessões do Conselho Universitário (Consuni) e suas câmaras temáticas também passaram a ser totalmente online.

“Certamente, a universidade teve que se reinventar e evoluir em pouco tempo em meio a um cenário conturbado de pandemia. Conseguimos retomar as aulas para causar menos prejuízo aos estudantes e tentamos errar o mínimo possível nesse período”, analisa o reitor.

Servidores em teletrabalho

Os técnicos universitários da Udesc também atuaram durante a pandemia do novo coronavírus, com a instituição do teletrabalho ou do trabalho presencial com quadro reduzido em respeito às normas sanitárias dos órgãos competentes.

Em parceria com a área de segurança de trabalho da instituição, foi elaborado um manual de orientações para prevenir e controlar os casos de Covid-19 entre servidores da universidade. Também foi formada em cada unidade de ensino uma comissão de monitoramento, com coordenação central na Reitoria, para acompanhar casos da doença entre servidores.

Acompanhe todas as ações referentes ao enfrentamento da Covid-19 pela Udesc em www.udesc.br/coronavirus.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul